Em quem você tem confiado?

25 Maio 2015
982 Views

Todos nós passamos por momentos difíceis na vida. As crises aparecem das maneiras mais variadas, e surgem nas áreas mais diversificadas. Seja no casamento, seja no financeiro, seja no sentimental, independentemente da nossa vontade elas vêm. Muitas vezes, enquanto andamos pela “estrada da vida” aparece uma placa dizendo: Crise a cinco quilômetros. Outras vezes, elas surgem do nada, de maneira inesperada, sem ter dado aviso.

E nesses momentos tão complicados, muitas vezes na hora que nos sentimos bastante inseguros, é que temos que tomar uma decisão que pode mudar o rumo das nossas vidas. E uma decisão errada pode trazer danos muito difíceis de serem reparados! Às vezes quando chegamos nessas encruzilhadas estamos sozinhos. Outras vezes, são tantas pessoas que estão à nossa volta opinando que nem sabemos a quem dar ouvidos. Mas uma decisão tem que ser tomada: para que lado dessa encruzilhada eu vou? Sigo em frente? Vou para a direita ou para a esquerda? Sabe, nessas horas “não importa o que sabemos, mas sim em quem confiamos”.

Muitas vezes nos lembramos que Deus é nosso Pai, mas nos esquecemos que também o escolhemos para ser nosso Senhor. E só quem está consciente desta condição de servo sabe que no momento da crise, quando chegamos na encruzilhada, a decisão para qual lado nós vamos seguir não é nossa, e sim de Deus. A única coisa que nós precisamos fazer é perguntar para Deus: Senhor meu e Deus meu, o que devo fazer? Por favor, Senhor, em nome de Cristo Jesus me dá a direção. Aí o Senhor nos diz: vire à direita e siga por esse caminho de terra. E nós, numa atitude que denota incredulidade, perguntamos: mas Deus, se eu seguir em frente à estrada é asfaltada e boa para dirigir! Por que eu tenho que vir por essa estrada de terra toda cheia de buracos? Eu acho que não é Deus quem realmente está falando comigo.

É preciso entender que Deus muitas vezes nos permite que passemos por momentos difíceis. Em Lucas 4:1, vemos que o Espírito levou Jesus ao deserto: “…e foi levado pelo Espírito ao Deserto.” O deserto é um lugar feio, sem vida, difícil de caminhar, mas foi o Espírito que conduziu Jesus para lá. Mas para quê? “Então, pelo poder do Espírito, voltou Jesus para a Galiléia…” (Lucas 4:14) Para que quando o Senhor saísse do deserto, depois de ser tentado, depois de estar em jejum durante 40 dias, ele pudesse continuar sendo guiado pelo Espírito mais e mais cheio do poder de Deus. E é assim que o Senhor também faz com nossas vidas. Já reparou que o piloto de Rally dirige facilmente nas estradas de asfalto? E dificilmente o contrário acontece. Deus nos leva à estrada de terra para que quando ele nos guie de volta ao asfalto nós possamos dirigir tranquilamente.

É para isso que as crises servem. Em Romanos 5:3-5 O Espírito nos diz: “E não somente isso, mas também nós nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz perseverança, e a perseverança a experiência, e a experiência a esperança, e a esperança não traz confusão…” E tudo isso resulta naquilo que Deus quer de nós: CRESCIMENTO ESPIRITUAL.

As crises, as lutas, as tribulações vêm e vão em nossas vidas. Ter uma vida ao lado de Cristo não significa ausência de tempestades, e sim a convicção de que, quando elas vêm, o Senhor Jesus tem poder para acalmar a todas (e com certeza Ele o vai fazer). Os homens que vivem por conta de si mesmo fatalmente cairão em alguma cilada da vida. Muitas vezes diante de uma encruzilhada seguirão pela estrada de asfalto, pensando que ela é a correta a dirigir, mas nem imaginam que o fim dessa estrada é um grande penhasco que leva à morte. Mas nós, que temos a Cristo como o SENHOR de nossas vidas, que andamos debaixo da direção do Seu Espírito, sabemos que as crises virão, as batalhas chegarão, mas para cada uma delas temos a certeza da vitória que o Senhor tem para nós. E se por acaso você tem achado difícil dirigir nesse caminho que Deus tem te guiado, se tem achado complicado, e até mesmo chora diante de tamanha tribulação, o Todo-Poderoso te diz: “A minha graça te basta, porque o meu PODER se aperfeiçoa na fraqueza.” (II Coríntios 12:9).

Devemos entender GRAÇA como sendo a presença e o amor de Deus em Cristo Jesus, transmitidas aos crentes pelo Espírito Santo, e que nos outorga, misericórdia, perdão, querer e poder para fazer a vontade de Deus. Toda atividade da vida cristã depende da graça divina. Portanto, se estamos em Cristo Jesus, a sua GRAÇA nos basta. Finalmente, diante de tudo que você tem visto e ouvido hoje em dia, seja sincero consigo mesmo, em quem você tem depositando sua confiança? Parafraseando o Salmista, no Salmo 20:7 lemos na Bíblia que: “Uns confiam em carros, outros em cavalo, mas nós devemos depositar nossa plena confiança no Senhor” Grifo nosso. Que a graça do Senhor seja sobre você, sua família, sua igreja, seu trabalho, enfim, sobre sua vida. Amém!

Extraído e adaptado:
Pr. Paulo Marks Cozendey Siqueira – Mestre em Teologia

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *